PLENÁRIOS AO VIVO: UM MAPEAMENTO DAS TRANSMISSÕES DOS PARLAMENTOS DO CONTINENTE AMERICANO

Autores

  • Ginny Carla Morais de Carvalho Cefor - Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados
  • Claudia Regina Fonseca Lemos Cefor - Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados

DOI:

https://doi.org/10.51206/elegis.v14i36.692

Palavras-chave:

Transmissão ao vivo, Mí­dias legislativas, Plenário, Poder Legislativo, Parlamentos americanos

Resumo

O artigo apresenta o mapeamento inédito das transmissões ao vivo, em vídeo, das sessões plenárias dos parlamentos do continente americano, analisadas sob a ótica de estudos acerca de transparência, publicidade e accountability. Os dados obtidos por meio de observação sistemática direta mostram que 51 entre as 55 casas parlamentares nacionais oferecem ao menos uma forma para a população assistir em tempo real as discussões e decisões dos plenários. Considerando a multiplicidade de formatos, estabeleceu-se quatro níveis informativos, que implicam em graus diferenciados de transparência e publicidade. Concluiu-se que a maior parte dos parlamentos do continente ainda necessita qualificar o conteúdo das transmissões, ampliando o compromisso com o entendimento e com o engajamento do público.

Biografia do Autor

Ginny Carla Morais de Carvalho, Cefor - Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados

Mestre em Poder Legislativo pelo Cefor. Jornalista. Servidora concursada da Câmara dos Deputados desde 2011, com atuação nos veí­culos de comunicação institucionais. MBA em TV Digital e Novas Mí­dias pela Universidade Federal Fluminense.

Claudia Regina Fonseca Lemos, Cefor - Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados

Jornalista na Secretaria de Comunicação e professora no Mestrado Profissional em Poder Legislativo do Centro de Formação da Câmara dos Deputados. Mestre e doutora em Estudos Literários pela UFMG.

Referências

AGORA. Portal for Parliamentary Development. 2019. Disponí­vel em: https://agora-parl.org/resources/aoe/transparency-in-parliament. Acesso em: 14 nov. 2019.

BARRETO, Rachel Cardoso. Tribuna ao vivo: discussão, representação e os avessos suscitados pela midiatização do parlamento. 2018. 295 f. Tese (Doutorado em Ciência Polí­tica) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, 2018.

BARROS, Antônio Teixeira; BERNARDES, Cristiane Brum; RODRIGUES, Malena Rehbein. O discurso fundador das mí­dias legislativas da câmara dos deputados. E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados, Brasí­lia, v.7, n. 14, p. 7-25, maio/ago. 2014. Disponí­vel em: http://e-legis.camara.leg.br/cefor/index.php/e-legis/article/view/184. Acesso em: 17 nov. 2019.

BEETHAM, David. Parliament and democracy in the twenty-first century: A guide to good practice. Geneva: Inter-parliamentary Union, 2006. E-book. Disponí­vel em: http://archive.ipu.org/PDF/publications/democracy_en.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

BERNARDES, Cristiane Brum. Parlamentares × jornalistas: a dinâmica polí­tica das mí­dias legislativas da Câmara dos Deputados. Revista Sociedade e Estado, Brasí­lia, v. 28, n. 3, p. 663-689, set./dez. 2013b. Disponí­vel em: https://www.scielo.br/pdf/se/v28n3/a11v28n3.pdf. Acesso em: 28 jul. 2020.

BRAGA, José Luiz. Lógicas da mí­dia, lógicas da midiatização? In.: FAUSTO NETO, Antonio; ANSELMINO, Natalia Raimondo; GINDIN, Irene Lis (ed.). Relatos de investigaciones sobre mediatizaciones. Rosario: UNR Editora. 2015, p. 15-32. E-book. Disponí­vel em: https://rephip.unr.edu.ar/bitstream/handle/2133/4965/relatos.pdf?sequence=3&isAllowed=y. Acesso em: 11 set. 2020.

CANADA. Senate modernization: moving forward - Part I. 2016. Disponí­vel em: https://sencanada.ca/content/sen/committee/421/MDRN/reports/MDRN_FINAL_FirstReport_webversion_e.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

CANNITO, Newton. A televisão na era digital: interatividade, convergência e novos modelos de negócios. São Paulo: Summus, 2010.

CARLÓN, Mário. Do cinematográfico ao televisivo: metatelevisão, linguagem e temporalidade. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2012.

COLEMAN, Stephen. New mediation and direct representation: reconceptualizing representation in the digital age. New Media & Society, London, v. 7, n. 2, p. 177-198, abr. 2005.

COSSON, Rildo. Letramento polí­tico: trilhas abertas em um campo minado. E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação da Câmara dos Deputados, Brasí­lia, v. 4, n. 7, p. 49-58, nov. 2011. Disponí­vel em: http://e-legis.camara.leg.br/cefor/index.php/e-legis/article/view/90/76. Acesso em: 14 nov. 2019.

CRAIN, Mark; GOFF, Brian. Televised legislatures: political information, technology, and public choice. Norwell: Kluwer Academic Publishers, 1988.

CURTIN, Deirdre; MEIJER, Albert Jacob. Does transparency strengthen legitimacy? Information Polity, v. 11, n. 2, p. 109-122, out. 2006. Disponí­vel em: https://www.researchgate.net/publication/228993285_Does_Transparency_Strengthen_Legitimacy#:~:text=We%20conclude%20that%20transparency%20is,complicated%20than%20creating%20fancy%20websites. Acesso em: 14 nov. 2019.

DECLARAÇíO PARA A ABERTURA E TRANSPARÊNCIA PARLAMENTAR. 2012. Disponí­vel em: https://openingparliament.org/static/pdfs/portuguese.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

D"™ANDRÉA, Carlos. Conexões intermidiáticas entre transmissões audiovisuais ao vivo e redes sociais online: possibilidades e tensionamentos. Revista Comunicação Midiática, Bauru, v. 10, n. 2, p. 61-75, mai./ago. 2015. Disponí­vel em: https://www.academia.edu/7244881/Conex%C3%B5es_intermidi%C3%A1ticas_entre_transmiss%C3%B5es_audiovisuais_e_redes_sociais_online_possibilidades_e_tensionamentos. Acesso em: 17 nov. 2019.

FILGUEIRAS, Fernando. Além da transparência: accountability e polí­tica da publicidade. Lua Nova, São Paulo, n. 84, p. 65-94, 2011. Disponí­vel em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-64452011000300004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 nov. 2019.

FOX, Jonathan. Transparencia y Rendición de Cuentas. In: ACKERMAN, John (coord.). Más Allá Del Acceso a La Información: Transparencia, Rendición De Cuentas y Estado De Derecho. México, DF: Siglo XXI-UNAM, Instituto de Investigaciones Jurí­dicas-Universidad de Guadalajara-Cámara de Diputados-Centro Internacional de Estudios sobre la Transparencia y el Acceso a la Información, 2008, p. 174-198.

FREITAS, Luiz Carlos Santana de. Jornalismo legislativo: Instrumento para a Cidadania. Brasí­lia, 2020. E-book. Disponí­vel em: http://abcpublica.org.br/biblioteca-digital/wp-content/uploads/2020/08/jornalismo-legislativo.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

GOMES, Wilson; AMORIM, Paula Karini Dias Ferreira; ALMADA, Maria Paula. Novos desafios para a ideia de transparência pública. E-Compós, v. 21, n. 2, maio/ago. 2018. Disponí­vel em: http://dx.doi.org/10.30962/ec.1446. Acesso em: 30 ago. 2020.

GRIFFITH, Jeffrey; LESTON-BANDEIRA, Cristina. How Are Parliaments Using New Media to Engage with Citizens? The Journal of Legislative Studies, London, v. 18, issues 3-4, p. 496-513, out. 2012.

HAJER, Maarten. Authoritative Governance: Policy-making in the age of mediatization. Oxford: Oxford University Press, 2009.

INTER-PARLIAMENTARY UNION. World e-Parliament Report 2018. 2018. E-book. Disponí­vel em: https://www.ipu.org/resources/publications/reports/2018-11/world-e-parliament-report-2018. Acesso em: 14 nov. 2019.

ITU - INTERNATIONAL TELECOMMUNICATION UNION. Measuring digital development: Facts and figures 2019. 2019. Disponí­vel em: https://www.itu.int/en/ITU-D/Statistics/Documents/facts/FactsFigures2019.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

LEMOS, Claudia; BARROS, Antonio; BERNARDES, Cristiane. Is a parliamentary TV channel useful for democracy? 2017. Disponí­vel em: https://www.panoramas.pitt.edu/larr/parliamentary-tv-channel-useful-democracy. Acesso em: 17 set. 2019.

LEÓN, Mauro Arturo Rivera. Señales abiertas, parlamentos cerrados: luces y sombras de una evaluación televisiva. In: RODRíÍGUEZ, Alejandro Encinas; SALAS, Leticia (org.). Reflexiones y propuestas ciudadanas sobre el canal de televisión del Congreso de la Unión. México, DF: Senado de La República, 2014. p. 365-390. E-book. Disponí­vel em: http://bibliodigitalibd.senado.gob.mx/handle/123456789/2950. Acesso em: 14 nov. 2019.

LESTON-BANDEIRA, Cristina. The pursuit of legitimacy as a key driver for public engagement: the European Parliament case. Parliamentary Affairs, v. 67, issue 2, p. 415-436, abr. 2014. Disponí­vel em: http://eprints.whiterose.ac.uk/91192/1/Pursuit_Legitimacy_For_Public_Engagement_EP_PA_FI. Acesso em: 20 jul. 2020.

MAIA, Rousiley. Mí­dia e deliberação pública: mediações possí­veis. In: REUNIÃO ANUAL DA COMPÓS, XI, Rio de Janeiro, 2002. Disponí­vel em: http://www.compos.org.br/data/biblioteca_937.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

MAIA, Rousiley. Mí­dia e vida pública – modos de abordagem. In.: MAIA, Rousiley; CASTRO, Maria Ceres Pimenta Spí­nola (org.). Mí­dia, esfera pública e identidades coletivas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

MALAVAZI, Ademir. Manual de redação: Secretaria de Comunicação Social. Brasí­lia: Câmara dos Deputados, 2004.

MARRIOTT, Stephanie. Live television: time, space and the broadcast event. London: SAGE Publications, 2007.

MARTíÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios í s mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, 1997.

MEYROWITZ, Joshua. No Sense of Place: the impact of electronic media on social Behavior. Oxford: Oxford University Press, 1985.

MICHENER, Greg; BERSCH, Katherine. Identifying transparency. Information Polity,

v. 18, n. 3, p. 233-242, 2013. Disponí­vel em: http://dx.doi.org/10.3233/ip-130299. Acesso em: 30 ago. 2020.

MIXON JR., Franklin G.; UPADHYAYA, Kamal P.. Legislative television as political advertising: a public choice approach. Lincoln: iUniverse Inc., 2003.

NATIONAL DEMOCRATIC INSTITUTE FOR INTERNATIONAL AFFAIRS. Toward the development of international standards for democratic legislatures: a discussion document for review by interested legislatures, donors and international organizations. E-book. 2007. Disponí­vel em: https://www.ndi.org/sites/default/files/2113_gov_standards_010107_5.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

RENAULT, Letí­cia. Comunicação e polí­tica nos canais de televisão do poder legislativo no Brasil. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, 2004.

RIVERA, José Antonio Aguilar. Transparencia y democracia: claves para un concierto. 4ª ed. México, DF: Instituto Federal de Acceso A La Información Pública, 2008. E-book. Disponí­vel em: http://www.resi.org.mx/icainew_f/images/Biblioteca/Cuaderno%20transparencia/cuadernillo10.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

SANTOS, Maria de Lourdes dos. Mí­dia, parlamento e democracia: as TVs Legislativas como instrumento de accountability vertical no Brasil - a Câmara Municipal de Ribeirão Preto - SP. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇíO, XXVI, Belo Horizonte, 2003. Disponí­vel em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2003/www/pdf/2003_NP10_santos_maria.pdf. Acesso em: 14 set. 2020.

SANTOS, Maria de Lourdes dos. TV Legislativa: TV Câmara de Ribeirão Preto e accountability. 2008. 190 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2008.

SANT"™ANNA, Francisco. Mí­dia das fontes: o difusor do jornalismo corporativo. 2006. Disponí­vel em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/santanna-francisco-midia-fontes.pdf. Acesso em: 17 nov. 2019.

SANT"™ANNA, Francisco. Mí­dia das fontes: um novo ator no cenário jornalí­stico brasileiro - um olhar sobre a ação midiática do Senado Federal. Brasí­lia: Senado Federal, 2009.

SCHEDLER, Andreas. ¿Qué es la rendición de cuentas? México, DF: Instituto Federal de Acceso a la Información Pública, 2004. E-book. Disponí­vel em: http://www.iepcjalisco.org.mx/sites/default/files/que_es_la_rendicion_de_cuentas.pdf. Acesso em: 14 nov. 2019.

SURYADJAJA, Jennifer. The impact of selfie journalism: selfies in the world of news and how it impacts the world of reporting. 2016. Disponí­vel em: https://medium.com/@qriouskid/selfie-journalism-and-its-grand-impact-e64f65d519a1. Acesso em: 17 nov. 2019.

URBINATI, Nadia. Crise e metamorfoses da democracia. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 28, n. 82, p. 5-16, jun. 2013. Disponí­vel em: https://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v28n82/v28n82a01.pdf. Acesso em: 30 ago. 2020.

VERÓN, Eliseo. Teoria da midiatização: uma perspectiva semioantropológica e algumas de suas consequências. Matrizes, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 13-19, jan./jun. 2014. Disponí­vel em: http://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/82928. Acesso em: 19 nov. 2019.

Publicado

2021-11-03

Edição

Seção

Dossiê Parlamentos e Comunicação Pública