INTERESSES, AGENDA E O ESPORTE NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51206/e-legis.v14i35.622

Palavras-chave:

Esporte, Polí­ticas Públicas, Poder Legislativo, Comissão Permanente, Agenda Polí­tica.

Resumo

Há poucas evidências empí­ricas da participação do poder legislativo na extensão do direito ao esporte em municí­pios brasileiros. Nesse sentido, este estudo buscou analisar o conteúdo e os atores envolvidos com base na pauta das reuniões ordinárias da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Câmara Municipal de São Paulo na Legislatura 2013/2016. Apesar de ser responsável pelo menor número de projetos de lei que ascenderam à agenda decisional, comparando com aqueles da educação e da cultura, os dados revelaram aspectos importantes como a inexistência de expertise esportiva para a maioria dos proponentes e o privilégio do esporte participação e de projetos que ampliam o gasto público e as polí­ticas de forma a atender demandas e públicos especí­ficos.

Biografia do Autor

Edmilson Santos dos Santos, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Professor do Colegiado de Educação Fí­sica da Universidade Federal do Vale do São Francisco

Alessandra Dias Mendes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasí­lia.

Professora do Departamento de Educação Fí­sica e Esporte, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasí­lia.

Publicado

2021-08-17

Edição

Seção

Dossiê Legislativos Estaduais e Municipais