A NACIONALIZAÇÃO DOS PARTIDOS E DO SISTEMA PARTIDÁRIO BRASILEIRO

Autores

  • Leonardo Rodrigues de Morais UNB
  • Willber Nascimento
  • José Alexandre da Silva Júnior
  • Ranulfo Paranhos dos Santos Filho
  • Albany Ferreira Lima

DOI:

https://doi.org/10.51206/e-legis.v12i30.517

Palavras-chave:

Nacionalização, Partidos Polí­ticos, Sistema Partidário, Brasil.

Resumo

Qual o ní­vel de nacionalização dos partidos polí­ticos e do sistema partidário brasileiro? Neste trabalho utilizamos a medida de Jones e Mainwaring (2003) para avaliar o grau em que o apoio eleitoral dos partidos polí­ticos é homogêneo entre as unidades federativas estaduais. Para isso utilizados dados das disputas eleitorais para a Câmara dos Deputados entre 1998 e 2014 disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Metodologicamente, calculamos o í­ndice de nacionalização baseado na distribuição dos votos dos partidos por UF e descrevemos os dados com base em técnicas de estatí­stica descritiva e ferramentas gráficas. Os resultados deste trabalho indicam que o sistema partidário brasileiro parece estruturar-se entre os três maiores partidos com representação na Câmara dos Deputados Federal: PMDB, PT e PSDB. Contudo, isso não significa que esses partidos sejam grandes em todas as unidades da federação.

Biografia do Autor

Leonardo Rodrigues de Morais, UNB

Doutorando em Ciência Polí­itca (UnB), mestre em Ciência Polí­tica e Relações Internacionais pela Universidade Federal da Paraí­ba (UFPB). Membro do Grupo de pesquisa Cidadania e Polí­ticas Públicas da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Desenvolve pesquisa na área de Estudos Legislativos e possui interesse por Partidos Polí­ticos, Eleições e Teoria Democrática.

Publicado

2019-11-01

Como Citar

de Morais, L. R., Nascimento, W., Silva Júnior, J. A. da, Santos Filho, R. P. dos, & Lima, A. F. (2019). A NACIONALIZAÇÃO DOS PARTIDOS E DO SISTEMA PARTIDÁRIO BRASILEIRO. E-Legis - Revista Eletrônica Do Programa De Pós-Graduação Da Câmara Dos Deputados, 12(30), 54–71. https://doi.org/10.51206/e-legis.v12i30.517

Edição

Seção

Artigos