ANÁLISE DA REDE DE PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO SOBRE A INICIATIVA E-DEMOCRACIA

Christiana Freitas, Rafael Cardoso Sampaio, Henrique Machado, Ricardo Sampaio, Tiago Borges, Murilo Brum Alison, Djiovanni Jonas França Marioto

Resumo


O artigo visa à análise de produções acadêmicas que analisaram a iniciativa e-Democracia, da Câmara dos Deputados, de 2009 a 2017. Foram aplicadas três metodologias de análise, nomeadamente: análise de conteúdo para identificação de autores, instituições e áreas de conhecimento; análise léxica de resumos e palavras-chave através do software IRaMuTeQ e análise de redes das referências bibliográficas dos materiais. Os resultados indicam que esse subcampo apresenta algumas diferenças em relação à área de internet e política (I&P) no Brasil, especialmente no que tange a instituições e áreas de atuação, porém a rede de cocitações revela que autores-chave da grande área de I&P também são centrais aqui. Conclui-se que esta subárea apresenta particularidades em relação ao campo, como a entrada de novas instituições e áreas de conhecimento. Contudo são mantidas as principais linhas de pesquisa e autores da grande área de internet e política.

Palavras-chave


Democracia Digital; e-Democracia; Parlamento Aberto; Cientometria.

Texto completo:

POR ENG SPA