POLÍTICA, BUROCRACIA E MÍDIA: LUTAS SIMBÓLICAS EM TORNO DA DIVULGAÇÃO DAS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Antonio Teixeira Barros, Adriana Resende Monteiro, Miguel Gerônimo da Nóbrega Netto

Resumo


O texto analisa, com base na perspectiva teórica de Pierre Bourdieu, as lutas simbólicas em torno da definição e reformulação da política de divulgação jornalística das audiências públicas realizadas pela Câmara dos Deputados. Para compreender como se operam essas lutas simbólicas, o estudo teve como base entrevistas em profundidade com todos os servidores que exerceram o cargo de Coordenador de Jornalismo da Secretaria de Comunicação da Câmara, no período de 2000 a 2014. Também foram entrevistados os secretários-executivos das 23 comissões permanentes, a fim de fazer o contraponto entre os dois campos: o jornalístico e o político. As conclusões iniciais chamam atenção para a existência de um processo multifatorial de lutas simbólicas, em várias etapas, envolvendo redefinições e negociações constantes entre os gestores da informação e os representantes das comissões que promovem as audiências públicas, incluindo os próprios parlamentares e o corpo funcional das comissões envolvido nos debates. 


Palavras-chave


Mídia e parlamento. Divulgação legislativa. Audiências públicas. Valores profissionais. Valores políticos.

Texto completo:

POR ENG spa