PANDEMIA DE COVID-19 NO RIO GRANDE DO SUL: O CHOQUE EXÓGENO GEROU MUDANÇAS NA AÇÃO DO PODER LEGISLATIVO?

Maria Paula Escobar Bins, Lidia Nicole Ten Cate, Lucas dos Santos Giacomel, Pedro Cemin, Sara Sousa, Stephani Schuetz

Resumo


O presente estudo teve como escopo a análise da atuação legislativa a partir do início do surto do novo coronavirus – Covid-19 no Rio Grande do Sul. Por meio de análise de conteúdo das proposições em tramitação pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul (ALRS) durante os primeiros meses do cenário pandêmico, a pesquisa buscou identificar padrões de taxas de sucesso e áreas de proposição em relação aos projetos. Os achados foram contextualizados com a situação regional e com considerações prévias da literatura. De acordo com as análises a dinâmica da Assembleia Legislativa não sofreu mudanças significativas no contexto pandêmico inicial. Observou-se assim a manutenção do poder de agenda do Executivo e estabilidade de atuação pelos partidos, tanto da base governista quanto da oposição.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51206/e-legis.v14iEsp.639