AS DEPUTADAS FEDERAIS NA PRESIDÊNCIA E VICE-PRESIDÊNCIA DAS COMISSÕES PERMANENTES DA CÂMARA DOS DEPUTADOS: QUEM SÃO ELAS E COMO CHEGARAM LÁ? / WOMEN IN CHARGE OF THE PRESIDENCY AND VICE-PRESIDENCY OF THE PERMANENT COMMITTEES OF THE CHAMBER OF DEPUTIES: WHO ARE THEY AND HOW TO GET THERE?

Elisabete Busanello, Malena Rehbein

Resumo


A pesquisa se insere no campo dos estudos de gênero e tem por objetivo analisar como ocorreu a ocupação de cargos na presidência e vice-presidência das comissões permanentes, pelas deputadas federais, e estudar as características do perfil dessas parlamentares no período da 52ª à 54ª legislaturas. Verificou-se por meio de pesquisa quali-quantitativa como ocorreu a distribuição de cargos, enquadrando-se as comissões em categorias “hard, midle e soft politics”. Para analisar as características desse grupo de parlamentares utilizou-se o método prosopográfico. Concluiu-se que, elas estiveram na presidência das comissões como a CSPCCO, CLP, CREDN, CDC, CDHM, CE, CINDRA, CSSF, CTUR, CCULT e CDU, comissões de categorias soft e midle politics. Alguns dos resultados encontrados, com relação ao perfil prosopográfico, revelaram que a maioria era casada; com faixa patrimonial baixa (menos de R$ 200 mil); com indicação para esses cargos por partidos de espectro político “de esquerda”; possuía uma trajetória política oriunda, principalmente, de capital decorrente da participação em movimentos sociais (42%), e, capital familiar (35%); 64% delas não possuía parentesco na política; e tinha experiência nas áreas públicas dos Poderes do Executivo e Legislativo. 


Palavras-chave


Deputadas federais; Representação política; Congresswomen; Political representation; Presidency and vice-presidency positions; Permanent commissions; Parliamentary elite.Presidência e vice-presidência de comissões permanentes. Elite parlamentar.

Texto completo:

PDF