O LEGISLATIVO MUNICIPAL CATARINENSE SOB A PERSPECTIVA DE GÊNERO: ORIGEM, TRAJETÓRIA E ADESÃO À DEMOCRACIA / THE MUNICIPAL LEGISLATURE OF SANTA CATARINA IN GENDER PERSPECTIVE: ORIGIN, CAREER AND SUPPORT FOR DEMOCRACY

Carla Simara Luciana da Silva Salasário Ayres, Renata Andrade de Oliveira, Éder Rodrigo Gimenes

Resumo


A agenda de pesquisas sobre elites políticas no Brasil despende pouca atenção à esfera municipal, bem como às diferenças que envolvem os acessos de homens e mulheres aos cargos representativos. Nosso objetivo é caracterizar os legisladores municipais catarinenses em termos sócio demográficos, associativo e de adesão à democracia, tendo em vista a importância de suas crenças ao fortalecimento do regime. Em torno disso, utilizamos os dados produzidos pelo projeto de extensão intitulado 1º Censo do Legislativo Municipal Catarinense, realizado por pesquisadores vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e à Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. A pesquisa inédita contou com vereadores de 230 municípios da legislatura de 2013-2016. Os principais achados demonstram que as desigualdades verificadas na sociedade como um todo refletem na composição dos legislativos municipais brasileiros, já que a participação política é mais custosa e exigente às mulheres, uma vez que necessitam acumular diversos recursos ou capitais em medida mais expressiva do que os homens. Além disso, apresentamos questões com vistas ao estabelecimento de uma agenda de pesquisa que relacione elites políticas locais e valores políticos, bem como reforçamos a necessidade de diálogos entre distintas categorias/temáticas de estudos, como comportamento político, elitismo e gênero.


Palavras-chave


Legislativo, Gênero; Adesão à democracia; Santa Catarina; Legislative; Gender; Support for Democracy; Santa Catarina.

Texto completo:

PDF