RECRUTAMENTO MINISTERIAL NO BRASIL: COMPARANDO AS PRESIDÊNCIAS DE FHC E LULA / MINISTERIAL RECRUITMENT IN BRAZIL: COMPARING FHC AND LULA’S ADMINISTRATIONS

Adriano Codato, Paulo Franz

Resumo


O artigo faz uma análise das origens partidárias e da natureza das trajetórias profissionais dos ministros de Estado no Brasil durante cada um dos governos dos presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva. O objetivo é comparar as diferentes estratégias políticas das quais eles lançaram mão ao recrutarem seus colaboradores. As variáveis explicativas mobilizadas neste estudo são: tempo de carreira e número de cargos antes de assumir a pasta ministerial, setor de origem profissional e filiação partidária. Os resultados, com base nos diferentes perfis dos ocupantes de todos os ministérios nomeados entre 1995 e 2010, indicaram poucas diferenças nos padrões de recrutamento para os cargos de primeiro escalão quando comparados os dois governos. Os dados mais discrepantes dizem respeito à maior extensão das carreiras dos ministros de Cardoso e à maior partidarização das equipes formadas nos governos de Lula, principalmente com a expressiva presença do PT.


Palavras-chave


Recrutamento Ministerial; Ministros de Estado; Partidarização do Gabinete; Governo Fernando Henrique Cardoso; Governo Lula; Ministerial Recruitment; State Ministers; Cabinet Partisanship; Fernando Henrique Cardoso Administration; Lula Administration.

Texto completo:

PDF